Felipe Jucá

Paz e bem!

Textos


               São José e o dia dos pais

               Naquele tempo não existia o Dia                do Papai. Existia só o pai. 
                      Carlos Drummond de Andrade

     1. Admitem os pesquisadores, que o senhor Nabucodonosor, rei da Babilônia, foi o primeiro pai a ser homenageado num dia criado com essa finalidade.
     2. No Brasil, festejou-se o dia dos pais pela primeira vez no dia 16 de agosto de 1953. É o que diz o Google, que há pouco consultei.
     3. Tem-se pleno conhecimento de que o dia dos pais foi idealizado pelo publicitário  Sylvio Bhering.
     4. Fê-lo, dizem as más línguas, muito mais com fins comerciais do que propriamente para ver os papais mais paparicados pelos filhos no dia X.
     5. Sylvio, que era um dos diretores de "O Globo", teria contado com o apoio do doutor Roberto Marinho, dono do jornal, e, em alguns momentos, já o dono do Brasil; ou próximo a isso.
     6. A data em que devia ser comemorado o dias dos pais sofreu, ao longo dos anos, alterações.
     7. Depois de festejado, fixamente, no dia 16 de agosto, passou a ser comemorado no segundo domingo desse mês. E assim se mantém, até os dias de hoje.
     8. Circularam rumores de que Sylvio Behring, ao criar o dia dos pais, mostrou-se inclinado a festejar o evento no dia de São Joaquim, pai de Maria de Nazaré, mãe do Profeta Jesus.
     9. Instalou-se uma confusão, pois, até a data de criação do dia dos pais, não se sabia, com segurança, qual era mesmo o dia de São Joaquim.
     10. Coube ao Papa Paulo VI, na década de 1960, decretar que o avô de Jesus, Joaquim, e sua mulher, Ana, seriam festejados no mesmo dia: 26 de julho. Roma locuta, causa finita.
     11. Em tempo. Se me fosse dada a oportunidade de opinar sobre qual a melhor data para festejar os pais, diria que no dia 19 de março, dia de São José. No dia de São Joaquim a festa é pros avós.
     12. Ora, se o objetivo foi mesmo  homenagear os pais, nada melhor e mais oportuno do que fazê-lo no dia do silencioso carpinteiro José, pai adotivo do Messias.
     13. José, embora apareça nos Evangelhos como figura importante na biografia de Jesus histórico, foi, por muito tempo, um santo pouco badalado; se me perguntarem, não saberei dizer por quê.
 - (Padroeiro do Ceará, só os cearenses dele estão sempre lembrados; mormente quando a seca é braba) -
     14. Estou certo de que os pais contarão com a ajuda do santo carpinteiro, sem dúvida com muito prestígio lá por cima. 
     MEU PAI - Pra você, que no início dos anos 1970 a "irmã Morte" levou e não mo devolveu, aquele abraço! Você foi um pai irretocável em todos os momentos em que, juntos, caminhamos por este mundo velho...no seu tempo,  com certeza, muito melhor!
Felipe Jucá
Enviado por Felipe Jucá em 13/08/2017
Alterado em 13/08/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras