Felipe Jucá

Paz e bem!

Textos

              Gripezinha?

     Um alto mandatário da nossa trôpega República, conhecido pelo seu destempero verbal, chamou o coronavírus de "gripezinha". Quanta insensatez! Um desrespeito aos brasileiros atingidos ou não por esse traiçoeiro vírus. 
     Eu pergunto: na Itália, onde todo dia morre gente, vítima desse maldito vírus, alguma autoridade se arriscaria a chamar o coronavírus de gripezinha? Claro que não. As autoridades de lá sabem, que, com a chegada dele, a tragédia se instalou.
     Importante a advertência feita pelo escritor Ruy Castro, na sua crônica "Anônimos e famosos", publicada na "Folha de São Paulo" (18.3.2020).      Escreveu o notável cronista que o coronavírus "não fará distinções", ou seja, que todos poderemos ser abocanhados por ele. Não é, pois, uma "gripezinha".
     Portanto, ao contrário do que muitos pensam, não somente os desvalidos, os desgraçados, os não famosos, os sem importância estão na mira do coronavírus. Todos, se não nos cuidarmos, seremos infectados.
     Abro um parêntese. Para dizer o seguinte: o covid-19 é mais cruel com os velhinhos e com os portadores de doença grave ou de mal incurável. Desses, ele se apodera, se apropria e os maltrata, até a morte! Por que isso, céus? Fecho o parêntese. 
     Ruy escreveu sobre coronavírus lembrando, em boa hora, a Gripe Espanhola que se espalhou pelo Brasil, no final de 1918, para dizer que ela, também, não poupou ninguém. Só brasileiros, ela matou 35 mil.
     A Espanhola não poupou ninguém e Ruy Castro dá dois exemplos: a morte do "craque Belfort, do América, símbolo da disciplina no futebol", e -  pasmem! - a morte de Francisco e Jacinta, os meninos do "Milagre de Fátima". 
     Repetindo: todos podemos ser agarrados pelo covid-19 (é cada nome!). Como evitá-lo? primeiro nos cuidando, como mandam as autoridades no assunto; segundo não permitindo que a coronavírus seja confundido com uma "gripezinha" como o fez, de maneira leviana, um alto mandatário da nossa trôpega República. De olho nele...    
Felipe Jucá
Enviado por Felipe Jucá em 23/03/2020
Alterado em 23/03/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras