Felipe Jucá

Paz e bem!

Textos

                              As sogras

                        na visão do Papa

 

          1. As sogras, desde longe, recebem, injustamente, um tratamento pejorativo. Isso é certo? Não. Elas merecem ser protegidas. Salvo raríssimas exceções, são todas gente boa. São as vovós. Até o Papa Francisco, não faz muito tempo, as defendeu na sua homilia domingueira diretamente da Praça de São Pedro. Eu ouvi.

          2. Recorrendo aos livros sagrados, vale dizer que o Papa Jorge Bergoglio não foi o primeiro pontífice a se preocupar, com as sogras. Simão Pedro, o apóstolo zangado, mas o de maior prestígio entre os discípulos, pediu a Jesus, nas suas andanças por Cafarnaum, pela saúde de sua sogra, gravemente enferma, e Jesus curou-a. 

          3. Três Evangelistas - Mateus, Marcos e Lucas - contam esta história. Está em Lucas 4:38,39 - "Levantando-se da sinagoga, ele entrou na casa de Simão. A sogra de Simão estava acometida de febre alta, e eles rogaram-lhe que fizesse algo por ela. - Jesus se inclinou sobre ela, repreendeu a febre, e esta a deixou; e levantando-se imediatamente, ela se pôs a servi-los". 

          4. No Brasil, as sogras são festejadas no dia 28 de abril. Não sei se é verdade, mas atribui-se ao Presidente Jânio da Silva Quadros a criação do "Dia das sogras". Em 1961, Jânio teria organizado um café especial para seus funcionários e lhes recomendado que trouxessem suas mulheres e suas sogras. Afirma-se que, a partir desse ano, 1961, as sogras passaram a ser homenageadas. 

          5. Volto ao pronuNciamento de Francisco sobre as sogras, com repercussão planetária. O Papa argentino, nascido em Buenos Ayres, em 17 de dezembro de 1936, como um bom latino, vez em quando, surpreende o mundo, tratando de assuntos corriqueiros, do nosso dia a dia; como se ele fosse o vigário, batina sambada, de uma pequena paróquia, no interior do Amazonas. É este o seu jeito de pregar o Evangelho de Cristo. Como, por exemplo, falar sobre as sogras. 

          6. Pois bem, no final de seu papo com os católicos do universo (e com os não católicos, também?) , depois da defesa das sogras, a elas deu este conselho: "Você, sogra, também cuidado com a LÍNGUA  porque a língua é um dos piores pecados da sogra".

          7. Vale também dizer, que Francisco não foi o primeiro servo de Deus a alertar sobre os perigos da língua.  Na Bíblia Sagrada (Alô, Lucimara Santos, Testemunha de Jeová, Pioneira, em Salvador),  na Bíblia, repito, em Tiago 3:6, a gente lê o seguinte: "A língua também é um fogo, o mundo do mal". 

          8. Não vou dizer que todas as sogras são irretocáveis. Estaria mentindo. Conheci muitas sogras verdadeiras víboras; botam defeito em tudo; e ainda metem o seu bedelho onde não devem. Levam a discórdia aos lares e até o desfazimento de casamentos em formação. São, sem dúvida, o suplício, o calvário de genros e noras. Certa ocasião, uma nora me disse, em off, que preferia que sua sogra fosse "cega, surda e muda". É o auge do desespero. Mas, como disse inicialmente, são exceções...

Felipe Jucá
Enviado por Felipe Jucá em 08/05/2022
Alterado em 11/05/2022


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras